quarta-feira, 31 de outubro de 2018

As dificuldades de se empreender no Brasil - FUNCIONÁRIOS -

Meus amigos leitores desse blog, seguimos rumo ao desenvolvimento pleno!!!!

Com a eleição passada os ânimos começam a se acalmar, desejo que o presidente Bolsonaro faça um bom governo e consiga se manter longe dessa corja política, sem acordões e governe para o Brasil,
Que é um país riquíssimo mas não consegue deslanchar devido ao excesso de proteção/intervenção do Estado na economia.

Infelizmente no nosso País empreender é muito complicado, um emaranhado de leis e proteções que acabam travando o sistema dão a falsa sensação de proteção ao trabalhador, porém afastam investimentos. Eu mesmo já fui proprietário de um comércio e é como se você corresse uma maratona (42 KM) morro acima com um saco de cimento (50 KG) nas costas, TODO MUNDO JOGA CONTRA: Leis, impostos, burocracia, governo, clientes,  funcionários públicos incompetentes (Não são todos) e funcionários.

Após me desgastar muito resolvi ir para outra área que tinha uma vivência: Construção e aluguel de imóveis comerciais. Com os imóveis construídos achei que ficaria livre de lidar com funcionários, que sempre foi o meu calcanhar de Aquiles, porém vira e meche esse problema me assombra. Para quem é funcionário, você não imagina o quanto é difícil encontrar alguém confiável, honesto e que execute um serviço de forma razoável, sinceramente a pessoa não precisa ser boa, não sendo muito ruim já é muita vantagem. Além disso, o empreendedor vive com um medo rotineiro: Processo trabalhista. Não adianta você seguir tudo certo, sempre terá um juiz que vai dar ganho de causa sem uma análise mínima, por isso pagamos caro em tudo no Brasil: Além de todos os impostos e burocracia possíveis o empresário embute todos os risco no preço final.

Ultimamente tenho pagado o preço por lidar com pessoas incompetentes/aproveitadoras, após os imóveis construídos gastei MUITO dinheiro para concertar merdas que foram feitas, em alguns casos o custo para concertar foi 50 % do que foi gasto para executar. Gostaria de deixar um adendo: Nunca economizei em segurança e qualidade, normalmente são os executores que decidem fazer a menos para economizar em mão de obra por conta própria. Há algum tempo fiz um telhado, e esse telhado apresentou diversos vazamentos. Executei a manutenção com um profissional e a princípio está resolvido. Porém Cada vez mais tenho em mente que devo me preparar para eu mesmo executar
o necessário de forma confiável. Se esse telhado apresentar algum problema novamente irei eu mesmo contratar um ajudante remover o telhado e montá-lo totalmente novamente, já estou preparando os equipamentos e a parte financeira.

Porém isso é um desserviço, pois o gasto financeiro, físico e psicológico poderia ser direcionado a novos projetos, o que geraria mais empregos, impostos e retorno para mim, claro. Agora imaginem  que eu sou um micro ( E coloca micro nisso) empreendedor e sinto na pele a dificuldade de encontrar prestadores/funcionários de confiança imaginem um mega empresário, o quanto ele poderia contribuir se tivesse um sistema menos agressivo que privilegiasse os empreendedores
e o quanto de potencial nosso país gasta corrigindo idiotices/incompetências?

Acredito eu que o ideal seria procurar novos prestadores e tentar expandir os meus projetos, mas sinceramente desanima um pouco lidar com toda burocracia e já contar com os prejuízos advindos da incompetência alheia. Toda vez que penso em iniciar um projeto novo me pego pensando que o mercado financeiro traria melhores resultados com menos esforço e estresse. Por isso sigo estudando e acompanhando o máximo possível, estou quase decidido aumentar minhas posições em fundos imobiliários, que me darão uma renda perene e funcionam como um aluguel propriamente dito.
Gostaria de registrar que se por um lado lido com funcionários/prestadores por outro lado sou funcionário, e procuro executar da melhor forma possível minhas tarefas, chego no horário, procuro me atualizar e acabo pagando por isso, muitas demandas caem para mim, acredito eu que é por que não fujo de serviço como os outros da seção, mas é isso aí, algum dia eles devem se tocar disso.
Em tempo decidi passar um período apenas em manutenção nos imóveis para logo após a conclusão, e apenas após concluir retomar os investimentos visando aumento de renda.

Um abraço,

Investidor doméstico. 

2 comentários:

  1. Além da burocracia para contratar, enfrentamos a falta de mão de obra de qualidade: vejo a galera do RH chorando sangue após as entrevistas, é tanto candidato ruim, semi analfabetos, burros mesmos, meninas novas com 2 filhos de pais diferentes e solteiras, cheias de tatuagem, falando gírias de malandro, burras de dar dó, enfim, quase impossível empreender no Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Realmente Gerson,

    Deve ser muito frustrante trabalhar selecionando pessoas, a incompetência é enorme e os menos ruins não ficam em um emprego, pois são disputados. Eu fico em dúvida no que gera mais prejuízo: Incompetência de funcionários, burocracia, custos elevados. No fim é toda uma roda girando para prejudicar o empresário/empreendedor.
    Um abraço,

    Investidor doméstico.

    ResponderExcluir